Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

O que faz um Engenheiro de IA? Conheça essa e outras profissões do futuro

A inteligência artificial é um dos maiores trunfos da atualidade e que se desenvolve constantemente. Essa busca pela substituição humana pela máquina em serviços principalmente burocráticos e perigosos levou ao desenvolvimento de algumas profissões consideradas do futuro, dentre elas a de Engenheiro de IA.

Esse profissional é responsável pelo desenvolvimento de sistemas que podem raciocinar e apresentar respostas ou análises e raciocínios imitando um humano. Para isso é necessário extremo conhecimento nas áreas tecnológicas e de programação.

Aliás, essa não é a única profissão do futuro que se utiliza da inteligência artificial. É isso que demonstra, aliás, uma pesquisa recente que listou quais são as atividades que mais terão destaque no mercado. Quais são elas você confere abaixo juntamente com as atividades que são exercidas pelo engenheiro de IA.

profissões do futuro

ESTÁCIO: Conheça os cursos da Estácio e ganhe até 50% de bolsa! Clique aqui e saiba mais: https://matriculas.estacio.br/cursos!

Engenheiro de IA: Profissão do futuro

A inteligência artificial corresponde à reprodução de forma semelhante, por máquinas, do raciocínio mental realizado pelos humanos. Assim, esses mecanismos ou softwares tem capacidade de desenvolver análises que seriam tipicamente humanas.

Para isso os sistemas contam com uma série de informações prévias e estudos que são realizados há décadas na busca do desenvolvimento desse tipo de inteligência. É essa evolução, por sua vez, que permitiu a criação do cargo de engenheiro de IA, uma profissão que está se desenvolvendo e ganhando espaços cada vez mais.

São diversas as atividades que podem ser feitas por essa que é considerada como uma das profissões do futuro. Dentre elas estão:

  • Adequação de sistemas que utilizem IA;
  • Conduzir pesquisas objetivando o desenvolvimento de projetos de inteligência artificial;
  • Criação de sistemas que se baseiam em IA;
  • Desenvolvimento de sistemas robóticos de aplicação múltipla (médica, industrial, da construção civil, transporte, para lazer, etc.);
  • Gestão de equipes que estão desenvolvendo projetos na área;
  • Pesquisas para apresentação de soluções de inteligência artificial;
  • Projeção de sistemas avançados;

Além dessas atividades o engenheiro de IA possui diversas outras, todas relacionadas ao desenvolvimento, melhorias e adaptações de sistemas que se utilizem da inteligência artificial.

Nesse caso, um bom exemplo do trabalho desse profissional se refere ao desenvolvimento e uso de bots. Esses nada mais são que softwares que simulam ações humanas que geralmente têm certa repetição e envolvem burocracia. Eles correspondem aos atendimentos automáticos em sites de empresas nas abas de “Posso Ajudar?”.

Outros exemplos são as mensagens em WhatsApp ou mensagens privadas nas redes sociais que são automaticamente respondidas com opções que devem ser escolhidas pelo consumidor que será direcionado para a resposta ao que procura.

Os assistentes virtuais são cada vez mais comuns e isso por si só já representa a importância que o engenheiro da área de inteligência artificial tem perante o mercado.

Outras profissões do futuro

Não é apenas a profissão de engenheiro de IA que promete ganhar cada vez mais destaque no mercado de trabalho. Existem outras ocupações relacionadas ao uso de inteligência artificial que também estão despontando e que devem se tornar cada vez mais relevantes. São elas:

  • Cientista-pesquisador em inteligência artificial: é o profissional que estuda áreas que embasam o próprio uso da IA. Considere, por exemplo, o estudo da linguagem que será utilizada, da semântica, do raciocínio e do próprio aprendizado de máquina (machine learning);
  • Cientista-pesquisador em AI com ênfase em imagens e vídeos: nesse caso o profissional se dedica à utilização de vídeos e imagens para que a população tenha maior compreensão sobre as informações prestadas a partir do uso de AI;
  • Engenheiro de aplicações: a engenharia nesse cenário é voltada para o desenvolvimento de aplicações e sistemas que podem ser utilizados em dispositivos móveis diversos. Dessa maneira, há a combinação de inúmeras tecnologias para a apresentação de um produto final diferenciado e inovador;
  • Engenheiro de integração de hardwares: o trabalho desse engenheiro se diferencia em muito daquele prestado pelo Engenheiro de IA, pois ele se dedica ao desenvolvimento de equipamentos de computador que são físicos e na resolução de problemas apresentados por eles;

Quais cursos de graduação fazer para atuar como Engenheiro de IA ou nas outras profissões do futuro?

Em relação à profissão de engenheiro de inteligência artificial, cabe ressaltar que ainda é resguardada à especialização após a graduação. Ou seja, ainda não existe um curso superior específico para a área, que ainda se encontra em desenvolvimento.

Assim, quem pretende seguir carreira nessa área pode se dedicar, por exemplo, à Engenharia Mecatrônica. É ela que possibilitará ao aluno noções de robótica, desenvolvimento de sistemas, eletrônica, elétrica e mecânica. Outros tipos de engenharia também podem ser buscados.

Por outro lado, existem diversas especializações que podem ser utilizadas por quem deseja se tornar um engenheiro de inteligência artificial. Com elas é possível alcançar todas as noções necessárias para o desenvolvimento de sistemas que se utilizem de IA e que tragam grandes evoluções tecnológicas e para a própria sociedade.